Volta ao primeiro amor...

Dois anos...foi o tempo em que minha voz silenciou sobre as coisas de Deus. Neste tempo houveram muitas mudanças, muitos desencontros e encontros, algumas resistências, mas Jesus com sua infinita misericórdia me fez lembrar do meu primeiro amor, do meu primeiro contato com Ele, e tem sido assim nos últimos dias, até que me direcionou a voltar a escrever pra vocês...

"Todavia, como está escrito: "Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam"; 
1 Coríntios 2:9

Quando me converti, tinha 13 para os 14 anos, era o inicio da minha adolescência, e na minha inocência, fui agraciada com os dons de Deus, e fui recebendo d'Ele bençãos espirituais incontáveis, experiencias únicas, segredos cultivados numa relação entre mim e o Senhor. Desde esta época aprendi que através do Espirito Santo, Deus é conosco, é o Emanuel. 
No dia a dia da caminhada, com a maturidade, com as lutas, com as provações, com o afastamento, aquele relacionamento intimo esfriou, e não falo do fogo pentecostal inicial que diminui com a sabedoria, mas a pureza de falar com o Deus de perto, com o amigo mais chegado que irmão, com o Deus que conhece nosso coração antes de proferirmos palavras, com o Deus que nos sonda.
Neste afastamento, as manifestações do Espirito, já não fluiam, a palavra já não aquecia meu coração, abri a mente a outras doutrinas, religiões, filosofias de vida e à ciência. 
Deus tem um plano na vida de todos, chama a todos e escolhe alguns, e numa dessas voltas que o mundo dá, em momentos de aperreio e preocupação clamei a Ele, de joelhos com a face no pó, mas não conseguia orar, não me vinha palavras, não conseguia proferí-las, e com o coração quebrantado só chorei, e chorei, num quarto, só...
Depois daquela noite, passei um mês vivendo, trabalhando, cuidando da vida cotidiana, até que Deus usou uma pessoa pro telefone para me dar um renovo em línguas, e já fazia meses que eu não orava em línguas, nem sentia o poder do Espirito Santo. 
Desde então a cada semana, a cada dia, tem sido um novo capitulo da historia que Deus me escreveu, a qual voltei a sentir a presença d'Ele, e seu amor assim como no inicio falei ao primeiro amor.
Não posso escrever quais serão os próximos capítulos desta historia, pois serão escritos por Ele, assim como cada tema dos posts, mas hoje é o dia em que voltei a divulgar os recados que o meu amos, meu primeiro amor me der para seus filhinhos em todos os continentes.

Paz de Cristo a todos!
Postar um comentário