Essencia de Deus


Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.Deuteronômio 6:5
Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.João 13:35

   Amor, amor, amor...Todos falam de amor, em musicas, em filmes, em livros, na boca das pessoas. Bem, Jesus nos deu a capacidade de ter emoções, sentimentos, mas cada dia que passa me convenço da racionalidade do amor. O ato de amar é uma escolha. Todos os dias acordamos e decidimos que vamos amar. Seja o cônjuge, o pai, a mãe, amigos, inimigos, os animais, o planeta...Deus nos deu a capacidade de amar e o apóstolo Paulo descreve bem isso em 1 Coríntios 13, quando fala que possamos fazer as maiores obras terrenas ou celestes sem amor nada adianta. E me pergunto o que estamos vendo por ai? Nas residencias, no trabalho, nos relacionamentos, na igreja é  uma falta de amor, ou uma troca de amor por um sentimento perigoso como paixão, não falo só da paixão carnal, mas o sentimento obsessivo que nos faz pôr o que é essencial em 2º plano, que não nos deixa pensar, mas que vamos agindo, sem racionalizar. Por exemplo, agora é moda dizer que workaholic, viciados em trabalho, como se indicasse extrema competencia e assim atraíssemos sucesso, me pergunto que sucesso??? O de negligenciar a Deus, a familia, a si mesmo? Jesus falou que "não só de pão vive o homem, mas de toda a palavra de Deus" ( Lc 4:4). 

  Falemos agora da banalização do amor, estamos confundindo sexo com amor, ou simplesmente achamos que amar seja coisa de otário (desculpem-me a expressão), podemos ter quantos parceiros nós quisermos, provar a vontade, casamento, virou industria e filhos podemos ter uma produção independente através da fertilização in vitro. Assassinatos de animais, pessoas, desrespeito que não tem fim e daí confirmamos o que disse Jesus: "E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará."(Mt. 24:12)
  E agora falo da igreja, a cada dia vemos a guerra de bandeiras de igrejas. Brigas para permanecerem com programas na TV pra "evangelizar mais", brigas por quem tem a doutrina mais santa e o pior pessoas que são levadas por ventos de doutrinas que as levam a caminhos opostos daqueles que a palavra diz, agem como lobos devoradores (Mt 7:15). E dos irmãos que agem como joio no meu do trigo tão iguais a fariseus e escribas que Jesus tanto falava tão santos dentro da igreja e incapazes de amar o próprio irmão fora das instalações do templo, quiçá alguém que não conhece Jesus...agora entendo o que Jesus falava quando disse: " Nunca vos conheci, apartai-vos de mim..." (Mt. 7:23).
  A essência de Deus é o amor! Ele é o amor, o racional, o sacrificado, aquele que tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta (1Cor. 13:7). Ele amou tanto que entregou seu próprio filho (Jo 3:16) pra nos salvar, o amor racional que sabe as consequências desse amor, sofrimento de  cruz, traição, afastamento da gloria de Deus pelos pecados da humanidade e mesmo assim Ele não fraquejou, não desistiu e não deixou de exercer misericórdia, mesmo pregado no madeiro, ao perdoar o bom ladrão (Lc. 23:43). 
  E daí vem meu apelo para 2012 que possamos nos espelhar mais na palavra, não sendo somente ouvintes, mas praticantes (Tg 1:22). Que o amor seja nossa essência, aquele que é racional, que decidimos, que acordamos e dizemos a nos mesmos vou amar esta pessoa, este animal, este planeta, ainda que ele não mereça, ainda que a circunstancia não seja favorável, pois assim  seremos imitadores de Cristo como o apostolo Paulo nos ensinou (Ef. 5:1) e desta forma cumpriremos seus mandamentos!!!
Deus abençoe a todos e Feliz 2012!!!


  

Postar um comentário